COSAN: Rumo Logística apresenta proposta para incorporação da ALL

Extraído de: agorainvest   Fevereiro 24, 2014

São Paulo, 24 de fevereiro de 2014 - A Rumo Logística, controlada pelo conglomerado de infraestrutura e energia Cosan, apresentou proposta para incorporação das operações da América Latina Logística (ALL). A proposta feita considera a compra da totalidade das ações emitidas pela operadora ferroviária; os papéis serão atribuídos aos atuais acionistas da Rumo (36,5%) e da ALL (63,5%). Comunicado divulgado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) detalha que o acordo determina que a Cosan será responsável por indicar a maioria dos conselheiros da nova companhia. A proposta será submetida à deliberação do conselho de administração da concessionária em até 40 dias. Caso seja aprovada, será convocada assembleia geral, que acontecerá em até 30 dias para votar a incorporação de ações . Para que a associação seja concretizada, a Rumo deverá obter registro de companhia aberta e, simultaneamente à operação, ingressar no segmento Novo Mercado da BM&FBovespa. O negócio ainda dependerá de aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), além de outros sócios das companhias. "A associação permitirá a captura de sinergias e otimização da utilização dos ativos ferroviários e portuários das duas companhias bem como a realização de investimentos que levarão a malha ferroviária atualmente operada pela ALL para melhor aproveitamento da capacidade de originação e escoamento de cargas de cada empresa", destacou o documento. Mais cedo, a BM&FBovespa havia determinado a suspensão dos negócios com as ações da ALL pedindo para que a operadora ferroviária esclarecesse a notícia divulgada na edição de hoje do jornal "Valor Econômico", que informava que a fusão com as operações da Rumo Logística poderia ser anunciada hoje. Desde fevereiro de 2012, a Cosan tentava ingressar no capital da ALL. Alexandre Melo / Agência CMA Edição: Eliane Leite Copyright 2014 - Grupo CMA
Autor: Vinculado ao agorainvest


 
 
Deixe seu comentário



Siga o Ecofinanças