Curso de Medicina na USCS tem 58 candidatos por vaga

Extraído de: dgabc   Janeiro 25, 2014

O primeiro vestibular para Medicina na USCS (Universidade Municipal de São Caetano) será tão concorrido quanto a seleção para o mesmo curso da USP (Universidade de São Paulo). Ao todo, 3.481 candidatos se inscreveram para o processo seletivo da universidade da região, e concorrerão a 60 vagas.

Na edição 2014 da Fuvest, que seleciona para a USP, foram 16.108 inscritos para 275 vagas. A relação candidato vaga, em ambas, é de 58 pessoas. A concorrência só perde para o mesmo curso em Ribeirão Preto, com 62 candidatos por vaga, o mais concorrido desta edição da Fuvest.

O pró-reitor de graduação da USCS, Marcos Antonio Biffi, disse que o resultado é surpreendente. As inscrições para a seleção foram encerradas ontem. "Esperávamos no máximo 18 candidatos por vaga. Houve interesse de alunos de cidades como Porto Alegre, Rondônia, Uberlândia, Petrolina e outras de todo o País", garante. Biffi credita o sucesso à escolha da Fundação Vunesp para aplicar o vestibular, conhecida por administrar o processo seletivo da Unesp (Universidade Estadual de São Paulo). "Eles são conhecidos no Brasil , então, isso facilitou a divulgação da universidade."

As provas vão ocorrer no dia 16 no Campus 1, do bairro Barcelona, e a primeira lista de aprovados sai no dia 7 de março. A matrícula será realizada no dia 10 de março, e a aula inaugural ocorre no dia 17. A duração do curso será de seis anos, com carga de 9.000 horas. A pretensão da USCS é ter 720 estudantes até 2020. A mensalidade será de R$ 5.200.

O pró-reitor de graduação acredita que o diferencial do curso é a possibilidade de o aluno praticar Medicina desde o primeiro dia de aula. Para tanto, é utilizado modelo de ensino baseado em resolução de problemas. O aluno contará com estrutura que inclui cinco laboratórios, com destaque para o de morfologia, no qual serão utilizados bonecos em vez de cadáveres, e de habilidades, que possibilitará o atendimento supervisionado de pacientes. "Serão 12 boxes nos quais haverá mesa e vários aparelhos disponíveis. O professor irá orientar o estudante sobre o melhor a fazer em cada caso. Inclusive, a partir do segundo semestre a prática será feita com pacientes voluntários", destaca Biffi.

Parceria com a Prefeitura de São Caetano também possibilita que o aluno participe do dia a dia das unidades de Saúde da cidade, supervisionado pelo docente. "Queremos formar profissional generalista, dentro da linha do Programa Mais Médicos, do governo federal."

Após o término do curso, quando começa período de especialização, como pós-graduação, os recém-formados poderão passar por temporada de residência nos equipamentos municipais.

Universidade terá Administração e Pedagogia a distância

Outra novidade deste ano na USCS (Universidade Municipal de São Caetano) é a implantação do ensino a distância. Inicialmente serão oferecidos os cursos de Administração e Pedagogia por meio do modelo, que inclui aulas presenciais uma vez por mês.

As inscrições devem ser abertas a partir do dia 20 de fevereiro, com início das aulas previsto para maio.

Segundo o pró-reitor de graduação da USCS, Marcos Antonio Biffi, o curso de Pedagogia terá como foco a complementação da formação dos professores da rede municipal das sete cidades. "Vamos conversar com as prefeituras, pois muitos docentes das escolas públicas têm apenas o magistério e é importante que atualizem os estudos."

Ainda conforme Biffi, o valor das mensalidades deve ficar entre R$ 195 e R$ 205 para ambos os cursos, a fim de facilitar o ingresso da população com renda mais baixa no Ensino Superior.  

Autor: Vinculado ao dgabc


 
 
Deixe seu comentário



Siga o Ecofinanças