MPT cobra multa de R$ 2 mi do JBS/Friboi por irregularidades trabalhistas

Extraído de: noticias.bol.uol   Março 09, 2013

DE RIBEIRÃO PRETO

O MPT (Ministério Público do Trabalho) pediu à Justiça a execução de uma multa de R$ 2 milhões a ser paga pelo frigorífico JBS/Friboi por descumprimento de um acordo judicial.

Segundo nota enviada pelo órgão, a empresa não cumpriu o que foi acordado em 2007.

Na época, a empresa se comprometeu a não prorrogar a jornada de trabalho dos funcionários da unidade de Barretos (423 km de São Paulo) além de duas horas diárias.

A constatação do descumprimento do acordo foi feita depois que a procuradora Regina Duarte da Silva, de Ribeirão Preto (313 km de São Paulo), solicitou o registro de ponto dos empregados no período posterior a conciliação.

Um grande número de trabalhadores cumpriu jornadas que superavam o limite de 10 horas diárias.

"Os documentos comprovam que o JBS/Friboi manteve todos os empregados em regime de horas extras acima do permitido pelo artigo 59 da CLT [Consolidação das Leis do Trabalho], de janeiro de 2008 a dezembro de 2011", diz nota do MPT.

Por isso, a procuradora moveu a ação de execução pedindo a cobrança da multa de R$ 2,09 milhões a ser paga pelo JBS/Friboi, maior processador de proteína animal do mundo.

A Folha tentou entrar em contato com a assessoria de imprensa da empresa, mas não houve resposta até a manhã deste sábado (9).

Autor: Vinculado ao noticias.bol.uol


 
 
Deixe seu comentário



Siga o Ecofinanças