Projecto de cobre Mavoyo Tetelo indica avanços significativos

Extraído de: portalangop   Julho 05, 2012

Uíge – O programa de exploração de cobre na região Mavoyo Tetelo/Bembe regista avanços significativos, disse hoje o engenheiro do projecto Diogo Cuteta.

 

Ao falar à Angop, na exposição que decorre na praça da independência, no âmbito das comemorações dos 95 anos de existência da cidade do Uíge, o responsável disse que, nesta fase de implementação do projecto, os trabalhos continuam a ser de sondagem e prospecção, para avaliação do recurso mineral.

 

Quanto ao impacto social do projecto, afirmou que cinco técnicos asseguram os trabalhos que estão a ser auxiliados por jovens que foram recrutados localmente nas aldeias de Mbanza Luidi, Kinzau, bem como na comuna de Kibocolo, município de Maquelo do Zombo.

 

“São etapas que reúnem um conjunto de aspectos técnicos e financeiros, o que garante o trabalho desenvolvido. De 2010 a 2012 os passos são visíveis. Quem esteve presente na feira de 2010 consegue ter uma leitura positiva sobre o trabalho já feito ao longo dos dois últimos anos”, sublinhou.

 

“A informação reunida até hoje e utilizando software, o volume projectado é de 16 milhões de toneladas de minério de cobre”, disse.

 

Diogo Cuteta salientou ser objectivo dos accionistas do projecto reunir o maior número de informação possível dos jazigos, para a tomada de decisão.

 

O técnico aconselhou os jovens a aproveitarem se formar em cursos técnicos, uma vez que o arranque das minas de Mavoio poderá abrir novas oportunidades nas áreas como geologia ou engenharia de minas.

 

Autor: Vinculado ao portalangop


 
 
Deixe seu comentário



Siga o Ecofinanças