Saiba como declarar bens móveis e imóveis

Extraído de: band.economia   Março 14, 2013

Segundo o advogado Antônio Queiroz, o software para preenchimento oferece campo próprio para este tipo de informação; veja como fazer

Assim como no caso da educação e da saúde, os bens móveis e imóveis também podem, e devem, ser declarados no IR (Imposto de Renda ). Para isso, o contribuinte precisa ficar atento a algumas regras deste procedimento. 

Segundo o advogado tributarista Antônio Elmo Queiroz, o software para preenchimento oferece um campo próprio para este tipo de informação. "Deve-se informar sempre o valor de aquisição e não o valor atual de um imóvel, por exemplo", afirma.

"Imóveis, veículos, embarcações e aeronaves, independentemente do valor de aquisição, devem entrar para a lista de bens declarados", afirma a gerente operacional e especialista em Imposto de Renda da MG Contécnica, Juliana Fernandes.
IR: especialistas aconselham declarar antesEntenda o programa e aprenda a declarar o IRNão declarou o IR no ano passado? Veja como procederSimples ou completa? saiba qual o melhor tipo de declaraçãoGastos com educação e saúde são restituíveis
Adão de Matos Júnior, diretor de operações da Trevisan Gestão&Consultoria em Belo Horizonte afirma que "os bens móveis e direitos de aquisição unitário igual ou superior a R$ 5 mil; saldos de conta corrente bancária, caderneta de poupança e demais aplicações financeiras, de valor individual superior a R$ 140,00 em 31 de dezembro de 2012; Conjunto de ações , quotas ou quinhão de capital de uma mesma empresa, negociadas ou não em bolsa de valores , e de ouro, ativo financeiro , cujo valor de aquisição unitário seja igual ou superior a R$ 1 mil também devem ser declarados". 

Juliana lembra que o contribuinte, ao relacionar cada bem e direitos na ficha Declaração de Bens e Direitos, deve selecionar no campo ‘localização’ o país em que se encontra o respectivo bem ou direito.

"Em relação a bens no exterior, caso a soma dos mesmos seja igual ou superior a US$ 100 mil, o mesmo estará sujeito a entrega de obrigação ao Banco Central chamada CBE (Capitais brasileiros no exterior)", finaliza. 

Autor: Vinculado ao band.economia


 
 
Deixe seu comentário



Siga o Ecofinanças