Usinas Itamarati realiza leilão de caminhões e máquinas agrícolas

Extraído de: portaldoagronegocio   Abril 19, 2012

No dia 20 de abril, a empresa Usinas Itamarati, uma das maiores unidades do setor sucroenergético nacional, irá leiloar caminhões e máquinas pesadas em virtude de um programa de renovação de frota e renovação de parque de máquinas

São 28 lotes localizados em Nova Olímpia/MT, entre os quais podemos destacar: 6 caminhões Mercedes – Benz (baú e comboio), 6 reboques canavieiros e duas carrocerias, cavalo mecânico VW Titan, 7 tratores Massey Ferguson, Torno Romi Maxi II e duas motos Honda CG 125 Titan.

O encerramento acontecerá no próximo dia 20 de abril a partir das 11hs. A utilização da internet no processo proporciona que interessados possam participar de imediato, oferecendo os lances através do site da Superbid (www.superbid.net)

 Como Participar 

As fotos e descrições completas dos ativos estão disponíveis no site www.superbid.net Para ofertar lances, é necessário se cadastrar e solicitar habilitação – todo o processo pode ser online. Quem quiser ir ao pregão presencial, deverá se dirigir na data e hora do encerramento à Al. Lorena, 800 – São Paulo/SP. Os interessados em visitar os ativos antes do leilão devem entrar em contato com a Central de Atendimento da Superbid, através do Telefone: (11) 2163-7800 ou via e-mail: cac@superbid.net 
Sobre a Superbid 
 

A Superbid é especializada na gestão da venda de ativos através de leilão eletrônico e presencial simultâneo. Os serviços oferecidos pela Superbid vão desde a avaliação dos bens, identificação do mercado comprador, gestão da venda e a liquidação financeira.  É a empresa líder em seu segmento, com escritórios no Brasil , Argentina, Chile, Colômbia e Estados Unidos. Possui entre seus clientes algumas das maiores empresas nacionais e multinacionais como Vale , Grupo Votorantim, Walmart, Klabin, Volkswagen, Rhodia, Embraer, Braskem, Louis Dreyfus, White Martins, Schincariol e Duratex entre outras.

Autor: Vinculado ao portaldoagronegocio


 
 
Deixe seu comentário



Siga o Ecofinanças